INICIADA AS OBRAS DO PRIMEIRO TERMINAL DE ÔNIBUS DA CIDADE
11 de novembro de 2016
ESCAVAÇÃO DA TRINCHEIRA DO ITAÚ COMEÇA DOMINGO
11 de novembro de 2016

Data: 15/02/2016
Edição: 292

A Prefeitura de Contagem lançou, no dia 04-02, um plano emergencial de enfrentamento intitulado “Brigada da Limpeza: Todos contra o Mosquito”, com ações estratégicas, em cinco eixos: Saúde, Brigada da Limpeza, Fiscalização, Mobilização Social e Comunicação. O plano emergencial será coordenado pelo Comitê Gestor de Combate ao Aedes aegypti. O comitê é composto por 15 secretarias do governo municipal e vai trabalhar junto aos diversos segmentos da sociedade no combate ao vetor da dengue, chikungunya e zica vírus. Durante o evento, o prefeito e o secretário de Saúde assinaram Decreto Municipal que diminui para 72 horas o tempo entre a notificação dos lotes e residências com risco iminente à saúde pública e a entrada e limpeza do local pela prefeitura, com a cobrança dos valores posteriormente. O prefeito explicou que apesar de Contagem apresentar melhores indicadores do que os municípios vizinhos, a batalha contra o mosquito Aedes aegypti continua. “Desde o início do nosso mandato, tivemos o entendimento de combater a proliferação deste mosquito. Iniciamos uma campanha pela cidade e criamos o Programa Brigada da Limpeza. Agora, a batalha contra este vetor continua e está mais intensa, pois passou a ser um problema nacional, que só pode ser enfrentado com a ajuda de todos”. “Em Contagem, trabalhamos com seriedade no combate à dengue, chikungunya e zica. Com esse plano emergencial, vamos envolver, além de diversos setores do poder público, também a população, ONGs, lideranças comunitárias, associações e escolas no combate ao mosquito. Com o empenho de todos, nosso objetivo central é controlar a proliferação do mosquito na cidade, como já conseguimos no ano passado”, disse o prefeito. O presidente da Comissão Provisória de Combate ao Mosquito da Câmara de Municipal, vereador Ivayr Soalheiro, destacou que o legislativo será um parceiro atuante da prefeitura no trabalho de combate ao vetor. “Criamos uma comissão provisória e vamos trabalhar em conjunto com a Prefeitura de Contagem e toda a sociedade pelo fim dos criadouros do Aedes aegypti, evitando a sua proliferação”. O secretário de Saúde, Evandro Silva, reforçou a importância da integralidade dos trabalhos. “Estamos tomando as medidas necessárias para ampliar os trabalhos de combate a este vetor, que é transmissor de inúmeras doenças. Esta luta perpassa por diversos setores e toda a prefeitura está mobilizada para o combate, intensificando as ações em diversas frentes de atuação, promovendo um grande cerco ao mosquito. Contamos com a colaboração da população, reforçando os cuidados diários em suas residências, não permitindo o acúmulo de água parada e eliminando os focos de proliferação”. Entre os cinco eixos de atuação do plano emergencial, destacam-se as ações de Vigilância em Saúde que têm o objetivo de eliminar todos os focos do mosquito existentes nas residências de Contagem. Nos próximos dias, as visitas dos Agentes de Combate a Endemias e Agentes Comunitários de Saúde serão intensificadas, com 700 profissionais visitando todas as casas da cidade. Os locais com mais infestação do mosquito passarão por borrifamento, quando necessário. Também serão instaladas telas de nylon em caixas d´água destampadas ou quebradas. “Fizemos uma compra significativa destas telas para que possamos impedir que o mosquito deposite seus ovos nas caixas de água que apresentarem estes problemas, que serão identificados pelos nossos agentes”, informou o secretário. Além disso, a Secretaria de Saúde já desenvolveu ações para garantir o atendimento aos pacientes nas unidades de saúde. “Pedimos a população que, em caso dos sintomas das doenças, procurem os postos de saúde. Apenas em casos graves, os pacientes devem procurar as UPAs. Além disso, se necessário, criaremos unidades de hidratação em diversos pontos da cidade”, disse Evandro Silva. Outro eixo do programa emergencial é o reforço do Programa Brigada da Limpeza, que terá como foco principal o combate ao mosquito. Com ações intensivas de limpeza em todas as regiões da cidade, serão realizados cursos de capacitação para mobilizadores sociais e um “Dia D” de ações contra o mosquito em cada região. A Prefeitura de Contagem também está modificando a Lei 188/2015, que passa a ganhar mais um reforço na fiscalização a lotes vagos e espaços com alto risco de reprodução do mosquito. Com isso, a fiscalização será intensa e os prazos para que as pessoas limpem seus lotes serão menores, que poderão ser multados. Serão realizadas ainda blitzes educativas, promovidas pelas secretarias de Defesa Social, Desenvolvimento Urbano (SMDU) e a Transcon, em parceria com Guarda Municipal, Polícia Militar e Exército, em todas as regiões. Segundo o secretário de Defesa Social, José Rodrigues, serão realizadas 16 grandes intervenções na cidade. A mobilização social é outro eixo fundamental, com campanhas educativas em todas as escolas e unidades da Funec, introdução do tema nos cursos do Programa de Formação Continuada de professores da Rede Municipal de Ensino e integração dos delegados do Planejamento Participativo e entidades conveniadas. Além disso, será lançada uma grande campanha de conscientização da população, com inserções na mídia e redes sociais sobre as formas corretas de combater o mosquito transmissor. O secretário de Comunicação e Transparência, Albert Plucky, falou sobre a importância da conscientização da população. “Para isso, vamos intensificar as ações publicitárias de combate à dengue, chikungunya e zica, de forma a atingir toda a população, reforçando a conscientização de que somente com a participação de todos vamos conseguir acabar com o mosquito”.